Buenos Aires - Mendoza - Colônia
  09 novembro - 2016

Período da Viagem: Final de Agosto 2016 / 7 dias-3Buenos Aires + 3Mendoza + 1Colônia

 

Viajamos para Buenos Aires saindo do Rio de Janeiro em voo direto. Nessa época a temperatura da capital argentina é fria, mas agradável. Ficamos hospedados na Recoleta e como não era nossa primeira vez na cidade, procuramos ir a lugares que gostamos muito e outros fora da cidade.

Aterrizamos próximo o meio dia, domingo. O desconforto para pegar o táxi é semelhante ao nosso do Galeão e a parte boa é que lá também tem UBER, mas sugiro a compra do translado para o hotel aqui no Brasil, pois no final da viagem o valor não influencia no todo. Chegamos no hotel e saímos em direção a San Telmo, a famosa feira de antiguidades. Muito legal! Feira de artesanato, bebidas típicas, cervejas artesanais, cafés e restaurantes tradicionais da cidade. Após andar quase toda feira, caminhamos até o centro e tiramos algumas fotos na Casa Rosada e Obelisco.

No dia seguinte, segunda-feira, acordamos tarde e saímos para almoçar no La Cabrera em Palermo. Restaurante com excelente referência e muito gostoso. Almoçamos, bebemos um bom vinho e antes, ainda na fila, conhecemos um pub ao lado, muito legal e com vários drinks e cervejas com preços justos. Vale muito a visita e aproveite para conhecer o bairro que é muito interessante. Voltamos para o hotel e caminhamos ao redor do cemitério onde visitamos o La Biela e depois compramos o espetáculo FUERZA BRUTA, no Centro Cultural Recoleta. Neste mesmo dia, pegamos as malas no hotel e viajamos a Mendoza de ônibus. Essa viagem foi divertida, mas sugiro o avião, pois compramos como um mega passeio em onibus de dois andares, poltronas isoladas, open bar, jantar e café da manhã inclusos. Tinha isso tudo, mas a qualidade não é legal e o impacto financeiro não vale a viagem de ônibus.

Mendoza é linda! Cidade calma, boninta, sem a agitação da capital e com todos os atrativos que você busca em Buenos Aires mais a natureza dos andes argentinos. Chegamos e saímos para caminhar. Ficamos próximo a Plaza Espana e ali você tem a oportunidade de conhecer um "quadrado" que possui cinco praças - Plaza Chile, Plaza Italia, Plaza San Martin, Plaza Espana e ao centro a Plaza Independencia. Lugares bonitos, caminhada muito tranquila e arquitetura para admirar. Paramos para almoçar. São diversos os cafés, restaurantes e lugares para degustar um bom vinho. Escolhemos um no caminho para o Parque General San Martin, onde almoçamos e continuamos nossa caminhada até o parque. Na volta paramos na agência KAHUAK de "wine experience" e compramos dois passeios para nossas visitas do segundo e terceiro dia de Mendoza, El Mundo Catena e Wine and Olives. Os passeios das vinícolas são imperdíveis e claro, quanto mais famosa a vinícola, maior o valor do passeio, mas a qualidade também muda significativamente. Terminamos o passeio de Mendoza com o sentimento de que precisamos voltar, pois três dias é pouco na cidade. Deixamos toda parte da montanha para o retorno!

Voltamos a Buenos Aires no mesmo ônibus, chegamos no hotel e nos dirigimos a loja do BUQUEBUS para comprar o translado de ida e volta para o mesmo dia a Colônia Del Sacramento no Uruguai. Lugar incrível, passeio pelo Rio da Prata que é muito bonito e a chegada em Colônia é uma volta ao passado com todos os cuidados e caprichos da modernidade. Visitamos um pequeno cassino, aproveitamos a boa culinária para petiscos, almoço acompanhado de um ótimo vinho, conhecemos bebidas e pratos típicos do país e muita história!

Voltamos a Buenos Aires, descansamos e voltamos ao Rio de Janeiro.

Dicas:

1. BUENOS AIRES 

 

  • La Biela - café
  • El Estrebe
  • La Cabrera
  • Feira de San Telmo
  • El Federal (San Telmo)
  • Utilize UBER

 

 

2. MENDOZA

 

  • El Mundo Catena (Vinícolas El Enemigo, Catena Zapata, CARO)
  • Wine and Olives (Vinícolas Alta Vista, Navarro Correa - acabou a visitação, Luigi Bosca e Olivícola Pasrai)
  • KAHUAK turismo
  • Ceibo

 

 

3. COLONIA

 

  • El Drugstore
  • Buen Suspiro

 

Fotos: https://www.facebook.com/energiaentretenimento/photos/

Caraíva - Bahia
  07 setembro - 2016

Período da Viagem: Agosto/2016

Conhecemos Caraíva a partir de Arraial D'Ajuda. Utilizamos a estrada de terra logo após a entrada de Trancoso e todo o percurso durou quase duas horas, mas tudo bem tranquilo, mesmo na estrada de terra. Chegando a Caraíva precisamos deixar o carro no estacionamento e pegamos uma das canoas para atravessar o rio. Existem vários estacionamentos próximos ao embarque das canoas, onde você também deve pagar uma taxa antes de chegar à vila, e o preço da diária era de R$15,00. Fizemos a travessia pelo rio e toda simplicidade da chegada à vila anuncia como será seu passeio. Desembarcamos com ajuda dos nativos, levaram as malas para um dos "táxis" – charrete da associação - que nos levou até a nossa pousada. A vila é pequena, dentro da areia fofa, com atrações diversas, então se prepare para andar bastante e cansar nas areias.

A beleza natural do local é demais! Uma das noites mais bonitas que já conheci, caminhada pelo rio, diferença nas marés que mudam a paisagem do rio e da praia. Na cidade conhecemos o famoso bar do Pará, a Cachaçaria Caraíva, forró, quiosque da barra e a praia no bar da pousada Coco Brasil. Um passeio que não fizemos por causa das crianças foi a travessia do rio em boias e/ou caiaque.

Próximo a Caraíva existem dois passeios imperdíveis: Praia do Espelho, onde sugerimos o bar e pousada do Baiano e para o lado oposto a praia de Corumbau, neste fizemos o passeio de bugre oferecido na própria pousada por uma associação de índios. São dois lugares lindos, praias maravilhosas e com excelentes drinks, petiscos e peixes frescos.

Dicas:

  1. Estacionamento VIP fica próximo ao embarque;
  2. Caipirinha com cachaça diferenciada na Cachaçaria Caraíva;
  3. Hospedar-se próximo ao Desembarque, pois fica próximo a "rua principal";
  4. Repelente é importante;
  5. 4 a 5 dias são suficientes para um bom passeio, sem correria;
  6. As crianças adoraram!

 

Fotos:

https://www.facebook.com/energiaentretenimento/

Trancoso - Bahia
  26 agosto - 2016

Período: Agosto 2016

Visitamos Trancoso saindo de Arraial D'Ajuda. O deslocamento de carro é de aproximadamente uma hora. Trancoso é pequeno, mas muito acolhedor e simpático. São várias pousadas, ótimos restaurantes, praias lindíssimas e o famoso "Quadrado" que mais parece um cenário montado para atender seus visitantes.

Chegamos à cidade e nas proximidades do Quadrado existem diversos guias e nativos fazendo abordagens para passeios as praias, restaurantes e estacionamento. Na verdade você não precisa deles! Basta um pouco de paciência para achar uma vaga e um bom aplicativo para localizar seu destino. Paramos o carro e nos deslocamos a pé até o quadrado onde existe um mirante lindo atrás da igreja, que é bem simples e compõe a beleza do local. Tiramos algumas fotos no mirante e nos dirigimos à praia do Rio Verde. Praia linda com estrutura de barracas e pousadas para ficar o dia inteiro, ou melhor, até o pôr do sol, quando voltamos para o Quadrado e fizemos um "almojanta". Já passavam às 19h quando voltamos ao Arraial D'Ajuda, mesmo a noite, a estrada é bem tranquila e como gostamos bastante, ficamos de voltar outro dia para conhecer a noite do Quadrado.

No segundo dia, saímos um pouco mais tarde do Arraial para aproveitar a praia e curtir o Quadrado. Fizemos o trajeto de carro e dirigimos até a Praia dos Nativos, onde existe o encontro do rio com o mar e para quem gosta o kitesurf, venta muito na praia. Além disso, o rio é sensacional para as crianças e conta com locação de SUP. Ficamos em uma das barracas da praia o dia todo e como a estrutura era bem legal, utilizamos as duchas de água doce para um banho e troca de roupa. Com o fim da tarde nos encaminhamos ao Quadrado e mais uma vez comemos e aproveitamos a música ao vivo do bar e restaurante Silvanias. Ao lado dele tem o Unha bar e minha esposa aproveitou bastante.

Vale a visita! Divirta-se!

Dicas:

1. Nas praias evite as barracas dos grupos de excursões. Gostamos muito da Fly Tour(Nativos) e Bahia Bonita(Rio Verde);

2. As barracas possuem consumação mínima;

3. Bar e Restaurante Silvanias no Quadrado é excelente;

4. Brigadeiros da Sissi na rua de acesso ao Quadrado é maravilhoso;

5. Muito tranquilo de fazer o passeio com crianças;

6. As praias são excelentes para caminhada ou corrida.

Fotos no Facebook: EnergiaEntretenimento/photos

Arraial D'Ajuda - Porto Seguro
  19 agosto - 2016

Acordamos em Arraial e fizemos um passeio a Porto Seguro. Saímos em carro alugado, pegamos a balsa (na ida a Porto você paga pelo veículo e no retorno, veículo e passageiros. Crianças até 5 anos não pagam) e utilizamos aplicativos de localização para ir ao centro histórico, reserva da jaqueira e as famosas barracas da cidade, onde tem Axé/lambaeróbica, shows e toda uma estrutura para aproveitar o dia na cidade.

O centro histórico é uma volta no tempo. Parte da história foi tombada e a vila do Brasil colonial ainda esta lá, muito próxima de como começou. Visualmente é linda e a sensação histórica é algo diferenciado. A antiga Camara virou um museu, interessante, porém mal cuidado e suas salas apresentam um pouco de como começamos. A sala da cadeia foi a que me chamou mais atenção...  Na vila são aproximadamente 50 casas, todas bem cuidadas com diferentes donos, sendo a maior delas patrimônio dos nossos colonizadores portugueses.

A partir do centro saímos em direção a Reserva da Jaqueira, uma comunidade indígena criada por índios Tapaxós, jovens, de Coroa Vermelha. A distância é bem pequena, aproximadamente 20minutos de carro e não é difícil de chegar. Chegamos ao local e fomos recebidos pelos índios numa pequena recepção, onde passam as instruções e pagamos pela visitação. Fizemos uma pequena caminhada até a comunidade, 400 metros, onde nos apresentam a história e cultura dos índios. Depois, visitamos a Floresta, conhecemos armadilhas utilizadas por eles nas caçadas, apresentam as plantas e suas propriedades medicinais e específicas, como exemplo um "alarme" feito pelo barulho da batida na Patioba, também apresentam um modelo das suas moradias antigas, brincamos de arco e flecha e no final degustamos um peixe feito apenas com sal e folha de palmeira como tempeiro. Encerramos o passeio com a lojinha de produtos indígenas. Reserve aproximadamente 3h para o passeio! Muito legal!

No caminho entre o centro histórico e a Reserva da Jaqueira se encontram as barracas AxeMoi, Toa Toa e outras. Conhecemos a Toa Toa, aproveitamos a praia, comemos um bom peixe e durante todo o período que estivemos na casa tivemos apresentações de dançarinos de lambaeróbica.

Dicas:

1. Acorde cedo caso vá visitar os índios e queira aproveitar Porto Seguro;

2. Muito tranquilo de visitar sem os guias locais;

3. Bom para visitar com crianças... história viva!

Fotos:

Facebook: energiaentretenimento/photos

Eco Parque - Arraial D'Ajuda
  13 agosto - 2016

Saímos de Barra Grande em direção a Arraial D'Ajuda. Viajamos por 6h de carro. Estrada boa, mas sem lugares legais para uma parada rápida, então deixa a viagem cansativa e longa. Chegamos no Arraial, nos hospedamos e descansamos para ir ao parque aquático Eco Parque Arraial D'Ajuda.

O parque não funciona todos os dias. É importante visitar o site e verificar os dias de funcionamento antes de viajar! O horário de funcionamento é de dez as cinco da tarde e a entrada do parque custou 100,00 reais para cada adulto e 60,00 reais para as crianças. Crianças com menos de um metro não pagam. O parque é muito legal e passa a ideia de estar dentro de uma floresta. Muito limpo, as atrações funcionam perfeitamente e podemos observar que a manutenção e cuidados com o parque são impecáveis. Além disso, os atendentes são super educados e todos os serviços que utilizamos superaram as expectativas. Existem atrações para todas as idades e com diferentes níveis de adrenalina... foi show!

 

Dicas:

1. Visite o site antes!

2. Chegue cedo para aproveitar com mais calma;

3, Excelente local para visitar em família.

 

Barra Grande - Bahia
  12 agosto - 2016

Nosso passeio começou com uma viagem de avião Rio-Salvador. Chegamos em Salvador e nos hospedamos num hotel próximo ao aeroporto e alugamos um carro. No dia seguinte pela manhã, tomamos café e saímos em direção a Salvador, pegamos o Ferry Boat até a ilha e dirigimos por quase 3h até Camamu, onde deixamos o carro no "estacionamento do Neném" (estacionamento entenda-se como um terreno e um portão de ferro) ao custo de 12 reais a diária (negociamos este valor na hora), existem outros, mas o Neném é conhecido na cidade e ainda vende as passagens (25 a 35,00 reais por pessoa) para as lanchas rápidas da associação que nos levou até Barra Grande.

O translado até Barra Grande é rápido, mais ou menos 30minutos, e dentro da baía de Camamu, a terceira maior do Brasil, passando por pequenas ilhas, também habitadas, e com um visual lindo. Quando chegamos pagamos uma taxa de 10,00 reais por pessoa, as crianças 5 e 8 anos não pagaram,  e nos dirigimos a pousada com um dos carregadores de mala, também de associações existentes na cidade. O carregador custou 15,00 reais e achamos válido porque o chão da cidade é em sua maioria de areia e mesmo com rodinhas fica difícil a locomoção das malas. As opções de hospedagem são diversas, mas depois de conhecer, voltaria e ficaria próximo a Ponta do Mutá, pois o local é maravilhoso, próximo ao centro e a Taipus de Fora.

No primeiro dia, visitamos Taipus de Fora. Fica a 20 minutos de Barra Grande, quase 10km, e da até pra ir caminhando ou correndo, mas com crianças fica inviável e por isso pegamos a "jardineira", um 4x4 adaptado para passeios turísticos no local, que deixam e buscam você no ponto das jardieiras, praticamente dentro da praia. A praia é linda, considerada uma das mais bonitas do Brasil, possui piscinas naturais, as quais nas marés baixas são um espetáculo a parte. Ficamos na barraca das meinas, atendimento bem legal e boas opções no cardápio... ficamos ali o dia inteiro. Aproveitei para correr na areia e desfrutar do cenário maravilhoso. Fechamos o dia com a Pizzaria do Sazo localizada no centro da cidade.

Também visitamos o Bar da Ro e o Petiscos da Lu próximos ao rio Carapitangui. O serviço não é aquele espetáculo, mas atende. O visual é fantástico, o pôr do sol maravilhoso e ainda tem aluguel de SUP para brincar. Curtimos bastante, as crianças brincaram o dia inteiro e degustamos o Nevada, um drink da casa muito gostoso.

Último dia, deixamos para ir a Ponta do Mutá. Lugar, na minha opinião, mais bonito de Barra Grande. Ficamos na barraca Sol do Mutá, comemos petiscos maravilhosos e assistimos ao pôr do sol mais bonito da cidade. Próximo a barraca também alugam SUP e o mar raso, sem ondas, com a presença de corais, formam pequenas piscinas com aquários vistos sem a necessidade de nehum equipamento. Imperdível! Praia muito boa para uma corrida ou caminhada.

 

Vale a visita!

 

Dicas:

1. Vá de lancha rápida, não há necessidade de encarar a estrada de terra;

2. Lugar de custo elevado;

3. Excelente para corrida e caminhada;

4. Muito tranquilo de conhecer com crianças;

5. Pôr do sol da Ponto do Mutá e Petiscos da Lu ou Bar da Ro.

Steak NTD
  17 outubro - 2015

Um encontro de amigos e "foliões aposentados". Essa festa era um clássico da NTD TURISMO que acontecia após o carnaval, geralmente em março e reunia diversos grupos dos carnavais da Bahia - Salvador, Porto Seguro e Morro de São Paulo. Dessa vez, no dia 10/10/2015, Paulinho Netherland organizou uma brincadeira com a mesma equipe dos antigos churrascos na Guarderya Beach Club em Niterói. Lugar super agradável com muito Axé, músicas dos anos 80 e 90, amigos e a nova geração brincando bastante e seguindo os passos da folia.

Valeu demais!

Vamos nos Divertir!

mesa

 

tchulas

Salvador - Farol a Farol - Corrida
  09 outubro - 2015

Salvador dispensa apresentações. Cidade elétrica, cidade de ENERGIA forte, terra do Axé, palco do maior carnaval do mundo e agora do esporte.

A meia maratona farol a farol sai de Itapuã e termina no Clube Espanhol próximo ao Farol da Barra. Prova linda!Corrida no asfalto que passa por diversas praias: Itapoã, Patamares, Pituba, Amaralina, Armação, Rio Vermelho, Ondina, Barra entre outras durante o percurso. Todas elas com pontos turísticos e muitas histórias que já ouvimos algum dia em músicas, reportagens de televisão ou curtindo a cidade em qualquer época do ano, ou no melhor carnaval da Terra.

O percurso não tem ladeiras pesadas, mas o calor... o calor... a prova do Rio de Janeiro que começa as 9h se torna fresquinha perto de Salvador. "Um sol pra cada um" fritando sua mente! Isso deixa a prova muito difícil! Hidratação é fundamental e a organização está de parabéns! Show! Não vá a Salvador fazer tempo! Curta a prova e a paisagem! Fique na torcida para acontecer um evento grande na cidade no dia da sua prova! Aproveite! Divirta-se!

Pragrame-se! Acontece no primeiro fim de semana de outubro e tudo em Salvador é pertinho, então dá para curtir bastante! Sugestões: Pelourinho, Sorveteria da Ribeira, Restaurante Yemanjá e Praias de Villas ou Flamengo.

Ah! Obrigado equipe TOSCANO pela acolhida e passeios! Vocês foram sensacionais!

Vamos nos divertir!

Leandro Energia

*Estamos alimentando o site aos poucos

Imagens da brincadeira:

Amanhecer Itapuã

amanhecer itapuã

Farol de Iatpuã

farol itapua

Visão Farol da Barra no morro do Cristo

vista farol da barra

Farol da Barra

farolbarra

Ilha Fiscal
  29 setembro - 2015

Passeio rápido, visual bonito e muita história. O caminho até a ilha começa na Praça XV - centro do Rio de Janeiro - local de embarque e desembarque das Barcas Rio/Niterói e numa rua próxima (Rua Dom Manuel 15) localiza-se o Museu Naval onde são adquiridos os ingressos para pegar a escuna que sai do Espaço Cultural da Marinha e faz um trajeto pequeno até a Ilha, permitindo uma visão belissíma do centro da cidade do Rio de Janeiro e da baía de guanabara.

O Museu Naval conta com exposições e histórias sobre a costa brasileira. Simples, ajudam os jovens a entender e "experimentar" o passado e os adultos a lembrar do tempo de escola. No dia 27/09/2015 encontramos as 7 salas divididas em:

1. Descobrimento e Colonização;

2. Intrusos e Invasores;

3. Expansão e Independência;

4. O Poder Naval como Instrumento de Política Nacional;

5. A Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai - Navios de Madeira;

6. A Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai - Navios Encouraçados;

7. O Emprego Permanente do Poder Naval.

Chegando a Ilha Fiscal existem guias de turismo que recepcionam os  aventureiros e formam grupos para visitação.  As histórias da Ilha, das salas e da construção do Castelo são apresentadas pelos guias e também por recursos de vídeos que contam o evento mais famoso da Ilha: "O Último Baile do Império".

Imagens da brincadeira:

a. Visual de dentro da escuna a caminho da Ilha Fiscal

Visual centro Rio de Janeiro

b. Navio Visitação Espaço Cultural da Marinha

Navio Visitação Espaço Cultural da Marinha

c. Passeio de Escuna

Passeio de Escuna

d. Imagem Canhão dentro do Navio - Museu Naval

Canhao dentro do Navio

e. Maquete da Chegada dos brancos na costa brasileira

Chegada dos brancos na costa brasileira

 

Vamos nos divertir!

Vale a visita!

Tranquilo para levar crianças!

Estacionamento próximo e de acesso fácil nos finais de semana: Edifício garagem Menezes Cortes - Rua São José 35.

 

Informções, horários e dias de visitação:

https://www.mar.mil.br/dphdm/ilha/ilha.htm

BABADO NOVO - 30 Anos de Axé - ITAQUA SOCCER
  13 setembro - 2015

Festa sensacional! Domingo de feriado e a galera compareceu para relembrar os 30 anos de Axé e 30 anos da NETHERLLAND TURISMO. Foi muito legal ver a alegria de todos em reencontrar amigos de trios elétricos, micaretas, festas e eventos, além de curtir o Itaquá Soccer repaginado. O show ficou por conta da banda Babado Novo que tocou um repertório maravilhoso, contando a história da banda e dos 30 anos do Axé.

Parabéns Paulinho Netherlland e todos que participaram do evento! Aguardamos os próximos!

Vamos nos divertir!

Leandro Energia

festa30anos_NTD

galera30anos_NTD

festa30anos_NTD

festa30anos_NTD

XTERRA PARATY
  14 janeiro - 2015

ATENÇÃO CORREDORES! 

XTERRA PARATY - INSCRIÇÕES

Corrida Noturna dia11/04/2015

 

 KIT BASICO - 7K / 21K

> Camisa

> Sacola

> Tatuagem

> Medalha

> Número de peito

> Chip

7k = R$ 80,00

21k = R$ 85,00

* Valores até 01 / 03

 

KIT CLÁSSICO 7K / 21K

> KIT BASICO +

> ECOBAG

> Toalha

> Lanterna

7k = R$ 110,00

 21K = R$ 115,00

* Valores até 01 / 03

Equipe XC BUZIOS 2014
  15 novembro - 2014

Obrigado a todos que participaram e fizeram deste evento um dia maravilhoso! Esperamos vocês nas próximas pistas!

Valeu cada passada! Valeu cada paisagem!

Vamos nos divertir!